“Amazon” e “tecnologia” foram talvez as palavras mais referidas por Tom Walker, co-head of global real estate securities da Schroders, numa recente conversa com a Funds People, aquando da sua visita a Lisboa, no âmbito da conferência Schroders Lisbon Annual Client Conference 2017. Mas esta não seria uma entrevista sobre cidades e imobiliário? Pois bem, as duas palavras acima referidas estão mais relacionadas com estes temas do que aquilo que se possa parecer...

“Quando pensamos no imobiliário em geral, chegámos à conclusão de que existem grandes mudanças a acontecer num grande número de mercados. Mudanças essas que são conduzidas por duas forças em específico: a organização das cidades e as tecnologias”, começou por referir. Sobre a primeira, deu como exemplo Lisboa, ‘o sítio’ para estar, pela sua recente popularidade, “que se assemelha a situações que já se passaram com cidades de outros países, resultado de uma tendência global e sistemática de uma concentração da população em centros urbanos”. O expoente máximo da segunda força é ilustrado, segundo o profissional, pela forma como a Amazon tem mudado o mercado imobiliário de retalho. “Sempre que compramos alguma coisa online não estamos a visitar uma loja física. A necessidade da Zara, a Adidas ou a Nike terem uma loja numa determinada cidade vai diminuindo, porque as pessoas compram online. Isto está a afectar todo o tipo de cidades, e a Amazon está, de certa forma, a “destruir” o valor das mesmas”, diz.

Ler mais: A Amazon, a tecnologia e a organização das cidades: como estão a mudar o imobiliário?

Visite-nos

Rua Eça de Queiroz, 11 - 3º Dto,
1050-095 Lisboa

Mapa
Contacte-nos

 
 

E-mail: comercial@aimob.pt
Horário

 
 

Segunda - Sexta: 09:00 - 18:00